quarta-feira, 10 de outubro de 2007

"So So" . Arte e Assim. Revista Mensal - Outubro 07

Josefino Silva avant la letre
Uma nova interpretação do quadro de Malévitch está a mudar o mundo da Arte. O crítico de Arte português Josefino Silva disse recentemente no programa Câmara Clara, enquanto Paula Moura Pinheiro estava distraída a fazer olhinhos aos convidados, que via na tela branca do artista Malévitch a figura da mulher. "O quadro é branco, totalmente branco só pode representar uma mulher porque está relacionado com a pureza. O quadrado dentro do quadrado é a imagem de um mundo complexo personificado pela mulher. Isto jamais aconteceria na cabeça de um homem", disse Josefino. O crítico disse ainda, com as mãos cruzadas no peito e a haste dos óculos no canto da boca que via no quadro um candeeiro com pequenos abat-jours em vidro martelado cor-de-rosa, uma sanefa, um boneco de peluche, uma bicicleta com a corrente solta e Pedro Santana Lopes que tem o dom da ubiquidade e por isso tanto pode estar na Assembleia da República como aqui. "Até que enfim aparecem gajas boas!".
Kasimir Malévitch
Composition : Blanc sur blanc
1918
Museum of Modern Art de New York
Duane em parceria com a Oreo
Duane Hanson está muito orgulhoso da sua Senhora de Supermercado. Depois de várias décadas a ser alvo de chacota em Aachen, a Dona Alice vai poder finalmente fazer um Extreme Makeover e voltará como Princesa Diana para se tornar o novo rosto das bolachas Oreo. Duane afirmou: "a arte para as massas que nós achávamos ter conseguido com a Pop-Arte e com o Hiperealismo, tem agora uma segunda e mais completa oportunidade. Agora é a arte para os lípidos e para os glícidos. Estou muito contente por a Dona Alice ter visto o seu trabalho reconhecido. Garantiram-me mesmo que daqui para a frente só empurrará caixas Multibanco. Mas os lucros serão a dividir. Até que enfim chegaram gajas boas!"

Duane Hanson
Supermarket Shopper
1970
Nachfolgeinstitut, Neue Galerie, Sammlung Ludwig, Aachen.

Wesselmann 08/09
Tom Wesselmann vai lançar a sua linha de roupa interior e roupa de banho. A imagem abaixo é da modelo Valeria Massa que pediu um cachet milionário para posar nua numa alusão ao que será a colecção de Wesselmann. Wesselmann pensa que será um negócio extremamente rentável, uma vez que não faz uso de qualquer material. "Como está na moda ser natural", resolvi projectar um conjunto de peças que serão desenhadas no corpo da própria cliente com um maçarico, de modo a que possam ser levadas de imediato no acto da concepção. A cliente é que terá de colocar um bocadinho de Fenistil gel, mas passa e é arte. E a arte não tem preço.", concluiu. "Até que enfim aparecem gajas boas!"

Tom Wesselmann
Untitled Nude
1980
Hamilton-Selway Fine Art

10 comentários:

AM disse...

excelente e muito divertida, beluga
uma bofetada, três bofetadas, de luva... branca

beluga disse...

obrigada caro AM. só falta dizer "bócê num se desgrace, carágo". (lembra-se disto?)

João Barbosa disse...

não resisto: lol

AM disse...

inesquecível, beluga
de tripar às lagrimas
H.J. (RIP)

[A] disse...

:)))))nice,nice,nice
que a mim já me apetecia dizer-vos para lhe darem as "gajas boas" de uma vez por todas.

beluga disse...

bem... vocês até "mi deixam sem jeito, pô". obrigada

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Pronto, embora a custo, dou o braço a torcer: a inteligência, o bom gosto e o sentido de humor de Beluga fazem-me desistir, de vez, da saga (já cansativa) das "gajas boas".
Confesso que não me surpreende esta grande resposta de Beluga, pois sou leitor permanente do seu blog Belogue. Considero, aliás, o Belogue um dos melhores, mais interessantes e mais belos blogs da nossa blogosfera. Sinceros parabéns, Beluga!
O que me surpreende é esta incompreensivel (não só para mim) ligação a um dos mais rasteiros, pobresinhos e foleiros blogs nacionais, como é este Formiga Bargante.
Já por cá tinha passado, há meses, e jurei que cá não voltaria (contrariamente ao que diaraimente faço com o Belogue).
Contudo, a farsa da "rapariga de Viseu", conhecida por Dalila Rodrigues,cujo grande final é bem conhecido (ou seja, de repente,a meio do que se pensava ser o inicio do 1º acto, caiu o pano para não mais subir, tal a qualidade do enredo; aonde estão agora os seus apoiantes? E o que é feito do abaixo-assinado? E da manifestação? E dos processos ao Estado Português? E de...?) fez-me cá voltar e por aqui andar algumas semanas, procurando algumas vezes pôr-me ao (baixissimo) nível da formiga bargante vulgo Fernando Gonçalves. Com orgulho, digo que nem sempre o consegui.
Agora já chega: eu, as "gajas boas" e quejandos vamos, de vez, deixar o Sr. Gonçalves entregue à sua providencial e permanente mediocridade.
Adeus,
O Anónimo

formiga bargante disse...

Ide em paz irmão, ide em paz.

Quanto ao resto, podeis estar descansado, irmão.

O "trabalho de casa" já está feito.

Resta só esperar por Janeiro ou Fevereiro.

Entretanto, alguém sabe do concurso para directores de museus tutelados pelo ex-IPM?

Mau sinal, irmão, mau sinal...

Baltar Costa disse...

Concurso para o quê? Este Formiga Bargante está cada vez mais idiota...o anónimo das 13:33, cujo humor é grande e espero que a sua ausência seja apenas um ameaço, fala em alhos, o formiga responde em bugalhos ou em código que só ele entenderá. Concordo cada vez mais, de facto, com a rasteirice e baixeza deste blogue, visivel pela nula quantidade de leitores dos posts...
Responda como um homem, se for capaz, ó formiga! Ou então, feche esta merda de vez e fale sozinho! Concursos...mas isto são alguns concursos ou quê? Isto não é a Operação Triunfo ou o Quem dá Mais...